O carro ferveu. Saiba o que fazer antes de acionar seu seguro auto

O carro ferveu, e agora? Conheça os principais procedimentos para esse tipo de problema. Saiba quando você deve acionar o seguro e o que deve tentar antes de fazer isso. Muitas vezes o problema é simples e pode ser contornado até você chegar ao mecânico, mas nem sempre é assim...

Nos automóveis o motor deve trabalhar a uma determinada temperatura. Nem muito acima nem muito abaixo de 90°Celsius. Quando o sistema de arrefecimento falha, o motor aquece além desta medida e ferve.

Como funciona o sistema de arrefecimento?

lima e figueiredo seguros

Composto principalmente pelo radiador, válvula termostática, mangueiras, sensores de temperatura e vaso expansor, o sistema de arrefecimento é responsável por manter a temperatura de trabalho do motor, trocando o calor do motor com o meio ambiente. Para fazer isso com eficiência ele utiliza a água ou o fluído de arrefecimento que circula pelo motor e faz sua refrigeração, ou seja, o líquido circula pelo motor e chega até o radiador, onde se resfria e reinicia o fluxo. Esse fluxo é controlado pela válvula termostática que fecha a passagem do líquido quando o motor esfria e libera quando o motor ultrapassa a temperatura de trabalho, aqueles 90° Celsius que falei.


  • Radiador

    Dispositivo utilizado para troca de calor entre o ar atmosférico e outra substância (líquido de arrefecimento) em sistema fechado. O sistema fechado e pressurizado é o mais comum desde os anos 80 e ele não permite a evaporação do líquido de arrefecimento. O radiador é formado por uma série de canais (tubos ou colmeias) que permitem a passagem do ar entre eles, isso retira o calor do líquido. Esta peça pode ser encontrada em qualquer tipo de motor refrigerado à água, veículos de todos os tipos, tratores, máquinas agrícolas, entre outros.

  • Válvula termostática

    É um dos principais componentes do sistema e tem por função bloquear a passagem de água do motor para o radiador sempre que o motor estiver abaixo da temperatura de trabalho.

  • Mangueiras

    As mangueiras são responsáveis por levar o líquido até o radiador. O líquido passa pelo motor sem tocar suas partes móveis e segue para o radiador, passando pela válvula termostática.

  • Ventoinha

    A ventoinha funciona em conjunto com o radiador e joga ar diretamente nele. Isso faz com que o líquido resfrie mais rápido.

  • Líquido de arrefecimento

    Em geral o líquido de arrefecimento é uma mistura de água desmineralizada e aditivos específicos. O aditivo transforma a água em um fluido apropriado ao bom funcionamento e proteção do sistema de refrigeração do motor. ” O líquido faz a troca de calor, ganhando calor quando passa pelo motor e perdendo ao passar pelo radiador”, explica Fernando Landulfo, instrutor do SENAI-Vila Leopoldina, no site omecanico.com.br

Antes de qualquer coisa, mantenha a cabeça fria

mantenha a cabeça fria

Começou a sair vapor pelo capô do carro. Quem já passou por isso, sabe o tamanho do susto. Em geral é desesperador e a primeira impressão é que ocorreu um problema grave, o que, nem sempre se confirma.

Quando acontecer, procure parar o mais rápido possível, lembre-se de estacionar em segurança. Cortar o movimento do motor o mais rápido possível pode, nessas ocasiões, garantir que o motor não sofra danos, já que o superaquecimento, em casos extremos, pode levar o motor a fundir.

Levante o capô com cuidado, evitando aproximar o rosto ou os braços de maneira descuidada. A água que está circulando por alí e mesmo o vapor está em alta temperatura e pode provocar queimaduras graves se atingir partes do seu corpo.


IMPORTANTE!

Jamais abra a tampa do radiador ou do depósito de líquido com o carro aquecido.

O próximo passo é dar tempo ao tempo. Aguarde até que o motor esteja totalmente frio. Isso pode demorar mais ou menos dependendo do tanto que o motor tenha aquecido e da temperatura ambiente.

Assim que o motor esfriar

Não ligue o carro. Antes de tentar acionar o motor novamente, verifique o nível de líquido. Observe se há água no reservatório e procure por algum tipo de vazamento mais visível, nas mangueiras próximas ao conjunto do radiador.

As razões para um “carro ferver” podem ser variadas, as mais comuns são mangueiras quebradas (o tempo de uso pode ressecá-las) que provocam o vazamento do líquido e o consequente aquecimento do motor. Tampa do radiador mal colocada e travamento da válvula termostática também podem levar o motor a trabalhar superaquecido.

Coloque água no reservatório

Confira o nível da água e complete com o que for necessário. Se você identificou algum vazamento, esta é uma boa hora para ver se o reservatório vai esvaziar rapidamente. Uma mangueira quebrada ou furada pode fazer com que a água baixe de nível tão rápido que não valerá à pena nem tentar dirigir novamente antes de ir ao mecânico. Em alguns casos o vazamento pode ficar oculto e só recomeçar com o motor em movimento. Fique atento.

O nível do líquido está normal e o carro ferveu

Neste caso a falha pode ser elétrica ou mecânica e o melhor é não ligar o carro novamente. A ventoinha, por exemplo, pode não ter acionado. Esta peça age como um ventilador em conjunto com o radiador e ajuda no resfriamento do líquido. Ela deve acionar automaticamente sempre que o motor atinge determinada temperatura (entre 70 e 90°). O travamento da ventoinha pode acontecer por diversas razões, entre elas a falta de energia (um fio quebrado). Acione o guincho e reboque seu automóvel. Criei um post que resume os procedimentos em caso de sinistro, e pode ajudá-lo na hora de acionar o seguro auto.

Baixe esse infográfico: O passo a passo do acionamento com Seguro Auto

Fique de olho no painel

fique de olho no painel

O painel de instrumentos conta com um termômetro que indica o nível de aquecimento do motor. Geralmente ele começa muito frio quando você liga o motor e começa a andar. À medida que o veículo se desloca o nível vai subindo até determinado ponto e se mantém na área verde. Se o indicador, analógico ou digital, apontar uma aquecimento anormal, procure parar e desligue o motor o mais breve possível.

Se você parou o carro por causa do aviso no painel e não observou fumaça de vapor no capô, em geral é uma indicação de que o motor está seco. Aguarde que ele esfrie (isso pode demorar mais do que você pensa: entre 40 minutos e uma hora ou mais, dependendo de como você estava dirigindo. Em trânsito pesado o carro aquece mais), observe o nível do reservatório e coloque água. Volte a ligar o carro e dirija-se a um mecânico o mais breve possível e relate o problema.

Se você forçar o motor ao trabalho com superaquecimento os problemas podem ser graves. Andar como carro super aquecido pode levar ao comprometimento do sistema de arrefecimento, do cabeçote e até a um motor fundido em último caso. Não experimente. Se você está em dúvida, evite, chame o socorro.

Faça agora uma simulação de Seguro Auto. Seu bem e sua família merecem segurança e tranquilidade

Tem como evitar o superaquecimento?

A manutenção preventiva é uma indicação segura, sempre confira os níveis de líquido. Faça isso pela manhã, antes de ligar o carro. Em geral, a troca do líquido de arrefecimento deve ser feita apenas de acordo com o manual de manutenção do seu carro, o máximo que você deve fazer em casa é completar até o nível. Alguns mecânicos indicam ligar o ar quente no máximo de potência quando o termômetro indicar o aquecimento do motor. Isso serve como paliativo já que o que aquece o ar é a água e isso vai forçar a troca do ar, completando o ciclo e minimizando o problema. Mas, lembre-se, isto é apenas um paliativo para você seguir mais um pouco até poder estacionar com segurança.

Eu sou o Marcelo Figueiredo, CEO da Lima e Figueiredo Seguros. Nossa missão é informar o cliente e atendê-lo, desde a compra até o acionamento em caso de sinistros. Conte comigo. Envie suas dúvidas e comentários ou fale diretamente pelo WhatsApp (35) 9 9893-1891. Quero conhecê-lo cada vez mais para atendê-lo cada vez melhor.

Qual é o maior susto do mundo?

Qual é o maior susto do mundo?

Muita gente já se perguntou: Como estarei dentro de 10 ou 20 anos? Como posso lidar com imprevistos? Pensando nisto, escrevi esse artigo onde trato da importância do planejamento em nosso dia a dia. Falo também do que é e qual a estrutura do susto, algo que está muito presente na nossa vida, seja em um filme ou nos resultados inesperados de nossas atitudes.read more →
Seguro obrigatório para transportes e cargas. Vale à pena fazer.

Seguro obrigatório para transportes e cargas. Vale à pena fazer.

O roubo de cargas no Brasil soma mais de 1 bilhão ao ano. em apenas um mês são roubadas mais cargas aqui do que é roubado em uma no na Europa. O seguro para transporte de cargas é obrigatório e, mesmo assim, algumas transportadoras e donos ainda o questionam, porém, já está provado que os custos de seguro são muito menores do que quando se tem que arcar com os prejuízos causados por acidentes e desastres inesperados.read more →

Deixe uma resposta