Seguro Auto

Nova lei de trânsito, vantagens e desvantagens para seguro automóvel

Nova lei de trânsito, vantagens e desvantagens para seguro automóvel

Nava lei de trânsito, vantagens e desvantagens para seguro automóvel, o impacto das mudanças do Código Brasileiro de Trânsito no Seguro Auto, será avaliado com o passar do tempo, pois é recente e há a expectativa de que sejam positivas, já que estão diretamente relacionadas à segurança dos motoristas e dos que estão no seu entorno. “Nossa recomendação é que os motoristas sigam dentro dos limites de velocidade estabelecidos, respeitem ciclistas e pedestres, não dirijam depois de ingerir bebida alcoólica e fiquem atentos à sinalização, colaborando para um trânsito mais seguro, mesmo porque em algumas dessas situações pode gerar recusa no pagamento de sinistro. É importante reforçar as novas leis do Código junto aos motoristas, pois a conscientização começa com a ampla divulgação das mudanças.

Segundo especialistas, as alterações no Código de Trânsito Brasileiro poderão afetar o processo de subscrição de alguma forma, mas ainda é muito cedo para avaliar os impactos no que concerne um “novo” comportamento dos motoristas com as novas leis. Sobre um possível aumento no índice de sinistralidade,  os modelos de precificação são multivariados e atualizados para mais ou menos com frequência, dependendo das regras de cada seguradora. “Portanto, sempre que há alteração na sinistralidade (acidentes, furto e roubo), é capturado e considerado na composição do preço do seguro, o que pode representar aumento ou redução”.

As companhias do mercado devem investir no gerenciamento de risco independentemente das alterações na lei, pois é importante estar atento às mudanças não apenas na esfera legal, mas também nos hábitos e comportamento dos clientes. “As novas regras do Código Brasileiro de Trânsito entrarão em vigor entrarão em prática no ano de 2022. Mas ressalto que os motoristas não deixem para se informar depois depois e se atentem para não serem penalizados. Enxergo como positivas as flexibilizações necessárias e restrições importantes, principalmente à respeito de lesão corporal ou homicídio e também com relação à circulação de ciclistas, que é cada dia maior”.

PONTOS QUE FAVORECEM OS MOTORISTAS                                                                                                1- Aumento da validade do CNH.

2- Nova pontuação, anteriormente o motorista poderia acumular até 20 pontos na CNH para não ter a carteira suspensa. Entretanto, após a aprovação das leis há uma gradação no aumento desta pontuação. Dependendo da gravidade da infração, o condutor pode perder o documento com 20, 30 ou 40 pontos acumulados dentro de 12 meses. As condições gerais do seguro prevê que condutores que não estejam habilitados não tem direito a indenização, a perda desse documento pelo acúmulo de ponto influencia na análise e recusa de pagamento de sinistro.

3- Curso de reciclagem somente com 30 pontos.

4- Mutas viram advertências, infrações leves ou médias sem reincidências dentro de um ano se tornam apenas advertências. Até o momento, dependia da autoridade de trânsito a transformação de infrações, dentro desse método, em advertência. Além disso, os pedestres não poderão ser mais multados. A falta de pontuação em multas no CPF do condutor em algumas seguradoras é fator para adoção de descontos na elaboração do cálculo de seguro.

5- CNH não obrigatório, esta mudança possibilita o condutor a dirigir sem portar o documento. Isto é, se no momento da identificação for possível ter acesso ao sistema informatizado que prove que o motorista está habilitado.

PONTOS NEGATIVOS                                                                                                                                                                      O novo Dut digital (CRVe) utilizado para a venda de veículos, que deveria trazer um avanço tecnológico, na prática, está causando problemas para os segurados e donos de veículos em alguns estados, como no Rio de Janeiro. No início de 2021, quando o novo sistema foi implementado, o Detran não emite esse documento quando o veículo tem informação de roubo ou furto. Assim, não é possível efetivar a transferência da propriedade para as seguradoras em caso de perda total (roubo). “A opção encontrada pelas seguradoras é a procuração por instrumento público, que dá poderes à companhia para proceder qualquer movimentação de documentos referente ao veículo. No entanto, essa procuração custa mais de RS 400,00, valor pago pelo segurado”.

O problema ainda não atingiu proporções maiores porque são poucos os carros comprados este ano e que foram roubados desde então. “A maioria dos clientes indenizados por roubo ainda têm o documento verdinho (papel). O novo sistema começou a vigorar no dia 04 de janeiro de 2021. Só quem comprou carro a partir desta data não tem aquele documento e poderá enfrentar problemas no futuro”.

Pelo novo sistema, o proprietário deve fazer agendamento junto ao Detran e comparecer na data agendada, com cópia do RG e comprovante de residência do possível comprador. A partir daí, o Detran emite um documento chamado ITPVe (Documento de intenção de venda) para o vendedor e o comprador assinarem, reconhecerem firma e voltar ao Detran para concluir a negociação. Eu pergunto, é possível você ir ao DETRAN com a seguradora?

O sistema do Detran não emite este documento quando o veículo tem informação de roubo ou furto, portanto não é possível efetivar este processo para indenização das seguradoras. A saída que as seguradoras encontraram para não prejudicar os clientes é a procuração por instrumento público que dá poderes para a seguradora proceder qualquer movimentação de documentos referente ao veículo, procuração esta que custa mais de RS 400,00 como havia citado anteriormente.

Com na nova regra, não há mais o documento verde de compra e venda de veículos, também não é possível se fazer o comunicado de vendas, junto ao DETRAN.  As seguradoras demoram demais para dar baixa no documento dos veículo junto ao DETRAN, após indenizarem os furtos e roubos, ficam na expectativa de recuperarem os veículos para posterior venda em leilão. Não tendo como realizar as transferências quando tem comunicação de furto ou roubo, abre precedente para algumas situações, já presenciei um caso que documento continuou em nome do segurado com pendências em nome dos mesmos. Ocasião, que gerou restrição no CPF do segurado junto a Receita Estadual, pela falta de pagamento de IPVA, sendo necessário ação judicial para baixa da restrição.

Recomendo que guardem cópia da documentação que comprove a transação com a seguradora para posteriormente não serem surpreendidos. Também para facilitar o comunicado a Receita Federal na declaração de imposto de renda. Outra ocasião curiosa, aconteceu comigo, uma ano após meu veículo ter sido furtado e pago pela seguradora, eu recebi uma notificação de multa do veículo por excesso de velocidade, isso só seria possível se o documento não tivesse sido baixado no sistema do DETRAN, me obrigando a fazer o recurso da multa, apresentando Boletim de Ocorrência de furto e cópia do documento verde de transferência, preenchido em nome da seguradora, autenticado em cartório. Fica a dica.

Tem mais alguma dúvida, converse agora comigo pelo WhatsApp (35) 9 8898-4844


Coberturas e valores ideais para Seguro vida.

Coberturas e valores ideais para Seguro vida.

Como definir coberturas e valores ideais para Seguro vida? Saiba quais fatores devem ser considerados.                        A contratação de seguro vida é uma forma de planejamento individual e familiar, uma maneira de prevenir-se contra imprevistos, mantendo padrões de vida, segurança financeira e tranquilidade emocional. As modalidades de seguros tem mais garantias de indenização em vida do que para morte. Veja alguns exemplos de cláusulas com indenizações em vida. - Invalidez permanente total ou parcial por acidente Garante indenização no caso de limitações, perdas de membros, de movimentos causados por acidente.…
Investimento, planejamento e assessoria financeira

Investimento, planejamento e assessoria financeira

Essas palavras por si só já são relevantes, mas quando estão juntas num único contexto, remetem ao sucesso, investimento, planejamento e assessoria financeira. Já o contrário também ocorre, investir sem planejar e sem a devida assessoria é o mesmo que construir uma casa sem projeto, no mínimo muito arriscado. Mesmo pedreiros experientes podem cometer erros e colocar o investimento de uma vida toda abaixo. A falta do desconhecimento de cálculo estrutural, entender de tipos de solos, estrutura mais adequada. Cada caso tem um risco, um cálculo vai avaliar os riscos e apontar uma margem de segurança, um bom projeto apresenta…
Como contratar o seguro condomínio.

Como contratar o seguro condomínio.

Saiba como contratar o seguro condomínio. Riscos que o sindico e administradores estão sujeitos, caso não contrate o seguro corretamente. A contratação de seguro para condomínios é obrigatório por lei, o síndico tem responsabilidade civil, deve proporcionar garantias sociais e econômicas aos condôminos, inclusive pode responder civilmente pela falta de contratação do seguro, ou por decisões tomadas por ele e demais danos causados a terceiros (moradores, visitantes ou transeuntes). Podendo seus bens ficarem em garantia, caso identifique falha nas decisões tomadas ou na contratação inadequada ou falta de contratação do seguro. É primordial entender sobre o cálculo de valor em…
Nova lei de trânsito, vantagens e desvantagens para seguro automóvel

Nova lei de trânsito, vantagens e desvantagens para seguro automóvel

Nava lei de trânsito, vantagens e desvantagens para seguro automóvel, o impacto das mudanças do Código Brasileiro de Trânsito no Seguro Auto, será avaliado com o passar do tempo, pois é recente e há a expectativa de que sejam positivas, já que estão diretamente relacionadas à segurança dos motoristas e dos que estão no seu entorno. “Nossa recomendação é que os motoristas sigam dentro dos limites de velocidade estabelecidos, respeitem ciclistas e pedestres, não dirijam depois de ingerir bebida alcoólica e fiquem atentos à sinalização, colaborando para um trânsito mais seguro, mesmo porque em algumas dessas situações pode gerar recusa…

Escrito por Marcelo Figueiredo Em Notícias L&F, Seguro Auto, 0 comentários
Seguro por assinatura, pagamento mês a mês

Seguro por assinatura, pagamento mês a mês

A modalidade de seguro por assinatura, pagamento mês a mês é uma novidade de mercado, foi elaborado num formato para facilitar sua contratação e pagamento. Por ser totalmente on-line e de pagamento mensal, tem custo reduzido para atingir uma grande parcela da população que não tem seguro.

Após uma pesquisa de mercado, foi identificado um perfil de cliente que gostaria de ter garantias para seu veículo, não as tinha por achar que o custo de seguro impactaria no seu orçamento. Baseado nesse perfil foi criado o produto de seguro por assinatura, pagamento mês a mês, formato de contratação totalmente on-line, descomplicado, com custo reduzido. Contemplando as seguintes coberturas:

  • Colisão, incêndio, furto, roubo, danos a terceiros e assistência 24 horas.

Os critérios de aceitação são os seguintes :

  • Veículos com até 25 anos de uso,
  • Limite de valor segurado de até R$ 35.000,00,
  • Cobertura de terceiros de R$ 30.000,00
  • Assistência 24 horas de 400 km.

 

Um seguro de pagamento mensal, sem taxa de adesão, contratação simples e ágil, totalmente on-line. Caso você opte por cancelar, não existe multa ou necessidade formalizar um comunicado de cancelamento, pasta parar de pagar que a cobertura será suspensa após um determinado período sem pagamento, o cancelamento é automático. Também pode ser uma opção de contratação por um determinado período, um mês, ou mais, para atender uma necessidade específica de uma viagem de férias por exemplo.

Por esse produto ser uma novidade de mercado, está sendo comercializado apenas em determinadas regiões. Cidades do Rio de Janeiro e sua respectiva região metropolitana e todo o Estado de Minas Gerais. Esse produto foi criado para concorrer com as cooperativas de seguros, que ganharam mercado oferecendo um menor custo e facilidade de pagamento mensal. Uma nova opção oferecida pela PORTO SEGURO, empresa que tem tradição e ótima avaliação de mercado, além de ser um seguro regulamentado pela SUSEP, que oferece garantias e segurança ao consumidor de seguros. Você que vinha adiando a contratação, agora pode usufruir segurança e ter garantias de um seguro mais barato com uma grande seguradora.

Faça aqui seu seguro por assinatura com poucos cliques.
[/ms_pr

Se ainda tiver alguma dúvida, converse agora comigo pelo WhatsApp (35) 9 8898-4844

omo_box]

Como contratar o seguro condomínio.

Como contratar o seguro condomínio.

Saiba como contratar o seguro condomínio. Riscos que o sindico e administradores estão sujeitos, caso não contrate o seguro corretamente. A contratação de seguro para condomínios é obrigatório por lei,…read more →

 

Escrito por Marcelo Figueiredo Em Notícias L&F, Seguro Auto, 0 comentários
Recusa de pagamento no seguro veículo.

Recusa de pagamento no seguro veículo.

Veja situações que podem gerar recusa de pagamento no seguro veículo.

  • Atos ilícitos, participar de rachas, conduzir o veículo sob efeito de drogas ou alcool.
  • Retirar ou desligar o Dispositivo de Segurança considerado na proposta de seguro e concedido por comodato.
  • Participar de provas e competições, mesmo que legalmente autorizadas.
  • Utilizar o veículo para fins diverso ao declarado na apólice (comercial, transporte de passageiros, aluguel).
  • Conduzir o veículo sem habilitação ou habilitação não apropriada ao tipo de veículo.
  • Prestar falsa declaração ou omitir informações que possam influenciar na aceitação do seguro.
  • Fraudes , omitir informações ou destorcer fatos no comunicado de sinistro para se beneficiar do seguro ou beneficiar terceiros.
  • Colocar o veículo em risco deliberadamente, agravando o risco.
  • Preenchimento incorreto do perfil, não declarar condutores na faixa hetaria entre 18 a 25 anos.
  • Alterar as características do veículo sem prévia comunicação a seguradora. Rebaixar, turbinar …..
  • Transportar produtos perigosos.
  • Falta de pagamento do seguro de acordo com o prazo e número de parcelas contratadas.
  • Não informar alteração de endereço ou qualquer outra informação do perfil de utilização e condutor.

Existem outras situações que podem gerar recusa do pagamento do sinistro auto. O importante é que o segurado leia atentamente a proposta de seguro antes de efetivar a compra, posteriormente faça a leitura das condições gerais, nela estão especificadas todas as circunstâncias que podem gerar recusa de pagamento do seguro.

Na maioria das seguradoras os riscos excluídos, não cobertos, perdas de direitos são praticamente iguais, mas existem algumas poucas que divergem em pequenos detalhes, por esse motivo a importância da leitura. Também existem diferentes questionamentos no perfil do segurado e condutor.

O perfil mal preenchido se apresenta um dos principais fatores de recusa de pagamento no seguro de veículo, ele também diverge de uma seguradora para outra. Não existe um padrão pré definido, algumas seguradoras por exemplo, pedem para declarar se existe condutor na faixa hetaria entre 18 a 25 anos, residentes ou dependentes. Nesse caso, se você declarou que não existe e um condutor, habilitado, na faixa de 18 a 25 e um condutor  nessa faixa de idade, estiver conduzindo o veículo, não tendo o vínculo de dependência ou residente, a indenização esta coberta. Caso tenha esse vínculo e não esteja declarado no perfil, o seguro não cobre. Em outras seguradoras a pergunta é se você deseja cobertura para condutores nessa faixa hetaria, nesse caso se você declarar que não, qualquer condutor na faixa enter 18 a 25 anos que estiver conduzindo o veículo não estará amparado com cobertura de seguro, independente de ter vínculo ou não, ou de ser ou não habilitado.  Essa é uma das situações que  exemplifica as diferenças de uma seguradora para outra, o que reforça a necessidade do segurado estar atento ao perfil na proposta de seguro e as condições gerais de cada seguradora.

Minha recomendação: fique atento, leia sua proposta, seja curioso e pergunte tudo que não estiver claro ou que você não tenha certeza. Lembre-se, o profissional que fizer muitas perguntas na elaboração do seu orçamento, não é o chato, geralmente é aquele que quer elaborar uma proposta da forma mais correta, para atender suas necessidades, fazendo com que você tenha a melhor experiência no atendimento pela seguradora. O corretor de seguros é o profissional com formação e vivência, o que o torna mais capacitado para dar essas orientações ao cliente de seguros.

 

 

Você ainda tem alguma dúvida, converse agora comigo pelo WhatsApp (35) 9 8898-4844

 

  • Item 1
  • Item 2
  • Item 3
  • Item 4

Coberturas e valores ideais para Seguro vida.

Coberturas e valores ideais para Seguro vida.

Como definir coberturas e valores ideais para Seguro vida? Saiba quais fatores devem ser considerados.                        A contratação de seguro vida é uma forma de planejamento individual e familiar, uma maneira de prevenir-se contra imprevistos, mantendo padrões de vida, segurança financeira e tranquilidade emocional. As modalidades de seguros tem mais garantias de indenização em vida do que para morte. Veja alguns exemplos de cláusulas com indenizações em vida. - Invalidez permanente total ou parcial por acidente Garante indenização no caso de limitações, perdas de membros, de movimentos causados por acidente.…
Investimento, planejamento e assessoria financeira

Investimento, planejamento e assessoria financeira

Essas palavras por si só já são relevantes, mas quando estão juntas num único contexto, remetem ao sucesso, investimento, planejamento e assessoria financeira. Já o contrário também ocorre, investir sem planejar e sem a devida assessoria é o mesmo que construir uma casa sem projeto, no mínimo muito arriscado. Mesmo pedreiros experientes podem cometer erros e colocar o investimento de uma vida toda abaixo. A falta do desconhecimento de cálculo estrutural, entender de tipos de solos, estrutura mais adequada. Cada caso tem um risco, um cálculo vai avaliar os riscos e apontar uma margem de segurança, um bom projeto apresenta…
Como contratar o seguro condomínio.

Como contratar o seguro condomínio.

Saiba como contratar o seguro condomínio. Riscos que o sindico e administradores estão sujeitos, caso não contrate o seguro corretamente. A contratação de seguro para condomínios é obrigatório por lei, o síndico tem responsabilidade civil, deve proporcionar garantias sociais e econômicas aos condôminos, inclusive pode responder civilmente pela falta de contratação do seguro, ou por decisões tomadas por ele e demais danos causados a terceiros (moradores, visitantes ou transeuntes). Podendo seus bens ficarem em garantia, caso identifique falha nas decisões tomadas ou na contratação inadequada ou falta de contratação do seguro. É primordial entender sobre o cálculo de valor em…
Nova lei de trânsito, vantagens e desvantagens para seguro automóvel

Nova lei de trânsito, vantagens e desvantagens para seguro automóvel

Nava lei de trânsito, vantagens e desvantagens para seguro automóvel, o impacto das mudanças do Código Brasileiro de Trânsito no Seguro Auto, será avaliado com o passar do tempo, pois é recente e há a expectativa de que sejam positivas, já que estão diretamente relacionadas à segurança dos motoristas e dos que estão no seu entorno. “Nossa recomendação é que os motoristas sigam dentro dos limites de velocidade estabelecidos, respeitem ciclistas e pedestres, não dirijam depois de ingerir bebida alcoólica e fiquem atentos à sinalização, colaborando para um trânsito mais seguro, mesmo porque em algumas dessas situações pode gerar recusa…
What do you want to do ?

New mail

Escrito por Marcelo Figueiredo Em Seguro Auto, 0 comentários
Seguro de veículos adesivados.

Seguro de veículos adesivados.

Seguro de veículos adesivados, tem alguns critérios que definem caracterizações e diferença de tarifação por parte das seguradora, e pode gerar complicações na liquidação do sinistro se for constatado que o veículo não foi devidamente classificado.

Existem três classificações:

1- Veículo de passeio que além de possuir adesivos, possua sistema de som instalado e faça propaganda de produtos, empresas ou candidatos políticos. O seguro deverá ser enquadrado na atividade de uso para “fins publicitários”. Mesmo se esse uso ocorre por um curto período, como ocorre em alguns casos em período de campanhas políticas, a seguradora deverá ser informada e realizado o endosso de correção de categoria no período de campanha, sob pena de recusa de pagamento.

2- Veículo de passeio que possua adesivo e sejam utilizados para visitas a clientes, ou prestação de serviços, ou transporte de mercadorias, deverá ser enquadrado em uso comercial. Nesse caso, o segurado deverá informar a seguradora no ato de elaboração da proposta, sobre essa atividade, essa informação deve constar em apólice, a proposta de seguro deve ser enquadrar esse veículo como “uso comercial” e sua tarifação será calculada de acordo essa categoria. Caso o veículo esteja caracterizado como uso particular na apólice, num eventual sinistro a seguradora identificar essa  divergência, ela fica isenta de pagamento do sinistro.

3- Veículo de passeio que possua adesivo com divulgação de empresa ou de determinado candidato e seja utilizado exclusivamente para locomoção diária ao trabalho e/ou lazer, de uso particular, não é necessário comunicar a seguradora e promover qualquer mudança na proposta de seguro, nesse caso não tem desvio de finalidade, o veículo continuará como “uso particular”, não acarretando qualquer problema na liquidação de sinistro.

O segurado que tem um veículo de passeio, em períodos de campanha, resolve faturar um dinheirinho extra, e colocar seu veículo a serviço de campanha política, é bom contabilizar o custo adicional para alterar junto a seguradora a tarifação do seguro, informando como uso para atividades publicitárias, sob pena de recusa do pagamento de sinistro, caso não seja feita essa alteração.

 

Converse agora comigo pelo WhatsApp (35) 9 8898-4844
What do you want to do ?

 

What do you want to do ?

New mail

What do you want to do ?

New mail

What do you want to do ?

New mail

Escrito por Marcelo Figueiredo Em Seguro Auto, 0 comentários
Seguro temporário para carro ou por assinatura

Seguro temporário para carro ou por assinatura

Seguro temporário para carro ou por assinatura, seguro por demanda, PEY PER USE, Dinâmico, Pré-pago, Curtos Períodos. Saiba quais critérios você tem que avaliar para saber qual é o seguro mais vantajoso para você.

Seguro  pay per use, pode ser vantajoso para um determinado perfil de cliente, que não é o consumidor habitual de seguro. Uma grande parte dos consumidores tradicionais de seguro de veículos não se enquadram no perfil de consumo desse tipo de seguro. Seguro temporário para carro, vem sendo apresentado em matérias pagas, com uma estratégia de marketing, apresentando ele como uma solução mais acessível, uma alternativa para consumidores que só querem pagar pelo tempo de uso, até ai tudo bem. Mas a matéria da uma falsa impressão de que ele é mais barato pelo fato da cobrança se dar somente em momentos de uso. Logo o consumidor pode deduzir, já que não usa o veículo em tempo integral, terá benefícios com esse novo produto. Não é bem assim, esse tipo de produto é vantajoso para quem usa pouco o veículo, tem necessidades específicas, veículo fica muito tempo parado em garagem, faz poucas viagens para locais com riscos maiores. Vou explicar melhor algumas regras que você deve entender:

No seguro pay per use, tem uma taxa fixa, mínima, cobrada por mês, de acordo com o modelo do veículo, região de risco, perfil de cliente. Além da taxa fixa, é cobrado um adicional por km. rodado, por tempo de uso do veículo e em alguns casos pode haver cobrança adicional de acordo com avaliação de condutas no transito, ou seja você será monitorado para avaliar aceleração, frenagem, respeito às leis de trânsito, agressividade ao volante. A taxa paga é atualizada mensalmente de acordo com o uso do veículo, considerando os pontos mencionados acima. Podendo inclusive deixar o custo mensal maior que o seguro tradicional, dependendo da forma de conduzir, quantidade e tipo de deslocamento.

Outro critério que deve ser avaliado, é se você tem o habito de utilizar aplicativos? Após baixar o aplicativo, deve comunicar a seguradora pelo aplicativo sempre que tiver interesse na cobertura. Caso não faça esse procedimento ficará sem garantias do seu seguro, sempre que não tiver interesse tem que desativar o aplicativo.

Outra questão que deve ser avaliada, quando o veículo for utilizado por um terceiro, um amigo, cônjuge, filhos, a seguradora deverá ser comunicada. Se que o segurado não estiver presente no veículo com seu celular, para o terceiro conduzir,  tem que estar baixado o aplicativo no celular do condutor para registro de deslocamento do veículo, quando conduzido por terceiro, se esse procedimento não for realizado, veículo esta sem seguro.

Existe um  período em que o veículo fica estacionado ou em garagem, ele não está sendo usando, mas ele pode estar sujeito a um furto ou de ser colidido por terceiros, que pode inclusive se evadir do local. Ficar sem a cobertura de seguro nesse momento deve avaliar a segurança que o local oferece, se não está exposto a risco, o que nem sempre acontece. Se não está usando o veículo nesse período, não acionar o aplicativo, nesse caso estará sem seguro.

Para quem esse tipo de seguro é interessante? Pessoas que usam pouco o veículo, no período em que não esta usando possa guardar em local seguro, não costumam emprestar o carro, tem facilidades de manusear aplicativos, estão sempre atentas para não esquecer de comunicar seus deslocamentos, tem ótima conduta no trânsito, faz deslocamento esporadicamente para um grande centro ou local de maior risco. Uma soma de fatores que beneficiam um determinado perfil de usuário, também aqueles que não fazem seguro tradicional e querem cobertura para uma viajem específica. Se o seu perfil se enquadra nessas categorias, o seguro por tempo determinado vai atender suas necessidades. Do contrário, a melhor opção é o seguro por assinatura.

Pessoas que utilizam o veículo diariamente ou com determinada frequência, a opção é o Seguro por Assinatura, nessa modalidade o pagamento é mês a mês, é uma opção mais acessível, mantendo as coberturas principais como colisão, furto, roubo, danos a terceiros e assistência 24 horas.  O formato foi definido por pesquisa, para atender uma grande parcelas de pessoas que sentem dificuldade de contratação do seguro tradicional, que procuram um produto com menor custo. A opção de pagamento mês a mês é uma opção que além de facilitar a forma de pagamento, não tem burocracia, se optar por cancelar é só parar de pagar, sem necessidade de ter que  fazer comunicado. Sua contratação é totalmente on-line, dando agilidade ao processo de contratação.

Mais uma vez ressalto a importância do corretor, um profissional de seguros com o devido conhecimento, consciente dos direitos e deveres do segurado e que coloca esse conhecimento a disposição do seu cliente, principalmente em dois momentos importantes, na adequação do produto de acordo com as necessidades do consumidor de seguro e no suporte ao atendimento, garantindo agilidade, benefícios e direitos do segurado, que estão previstos nas condições gerais dos contratos de seguros, informações essas que a maioria desconhece.

Faça agora uma simulação de Seguro Auto. Seu bem e sua família merecem segurança e tranquilidade

Caso ainda tenha alguma dúvida, converse agora comigo pelo WhatsApp (35) 9 8898-4844


Coberturas e valores ideais para Seguro vida.

Coberturas e valores ideais para Seguro vida.

Como definir coberturas e valores ideais para Seguro vida? Saiba quais fatores devem ser considerados.                        A contratação de seguro vida é uma forma de planejamento individual e familiar, uma maneira de prevenir-se contra imprevistos, mantendo padrões de vida, segurança financeira e tranquilidade emocional. As modalidades de seguros tem mais garantias de indenização em vida do que para morte. Veja alguns exemplos de cláusulas com indenizações em vida. - Invalidez permanente total ou parcial por acidente Garante indenização no caso de limitações, perdas de membros, de movimentos causados por acidente.…
Investimento, planejamento e assessoria financeira

Investimento, planejamento e assessoria financeira

Essas palavras por si só já são relevantes, mas quando estão juntas num único contexto, remetem ao sucesso, investimento, planejamento e assessoria financeira. Já o contrário também ocorre, investir sem planejar e sem a devida assessoria é o mesmo que construir uma casa sem projeto, no mínimo muito arriscado. Mesmo pedreiros experientes podem cometer erros e colocar o investimento de uma vida toda abaixo. A falta do desconhecimento de cálculo estrutural, entender de tipos de solos, estrutura mais adequada. Cada caso tem um risco, um cálculo vai avaliar os riscos e apontar uma margem de segurança, um bom projeto apresenta…
Como contratar o seguro condomínio.

Como contratar o seguro condomínio.

Saiba como contratar o seguro condomínio. Riscos que o sindico e administradores estão sujeitos, caso não contrate o seguro corretamente. A contratação de seguro para condomínios é obrigatório por lei, o síndico tem responsabilidade civil, deve proporcionar garantias sociais e econômicas aos condôminos, inclusive pode responder civilmente pela falta de contratação do seguro, ou por decisões tomadas por ele e demais danos causados a terceiros (moradores, visitantes ou transeuntes). Podendo seus bens ficarem em garantia, caso identifique falha nas decisões tomadas ou na contratação inadequada ou falta de contratação do seguro. É primordial entender sobre o cálculo de valor em…
Nova lei de trânsito, vantagens e desvantagens para seguro automóvel

Nova lei de trânsito, vantagens e desvantagens para seguro automóvel

Nava lei de trânsito, vantagens e desvantagens para seguro automóvel, o impacto das mudanças do Código Brasileiro de Trânsito no Seguro Auto, será avaliado com o passar do tempo, pois é recente e há a expectativa de que sejam positivas, já que estão diretamente relacionadas à segurança dos motoristas e dos que estão no seu entorno. “Nossa recomendação é que os motoristas sigam dentro dos limites de velocidade estabelecidos, respeitem ciclistas e pedestres, não dirijam depois de ingerir bebida alcoólica e fiquem atentos à sinalização, colaborando para um trânsito mais seguro, mesmo porque em algumas dessas situações pode gerar recusa…
What do you want to do ?

New mail

Escrito por Marcelo Figueiredo Em Notícias L&F, Seguro Auto, 0 comentários